UFCG / CSTR - Campus de Patos - PB

    UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE

    CENTRO DE SAÚDE E TECNOLOGIA RURAL

 

     . Apresentação

     . Coordenação

     . Disciplinas

     . Calendários

     . Documentos

     . Orientadores

     . Linhas de Pesquisa

     . Seleção

     . Downloads

     . Dissertações

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

APRESENTAÇÃO

 

     O desenvolvimento sustentável da região semi-árida brasileira apresenta desafios, não apenas para os poderes públicos e a população em geral, como para a comunidade científica, sendo o principal, a conciliação entre desenvolvimento econômico, a sustentabilidade ambiental e a melhoria da qualidade de vida.
     O Programa de Pós-Graduação em Ciências Florestais visa dar continuidade a formação profissional (técnica-científica), por meio do aprofundamento de estudos na área florestal, incluindo as derivações sócio-ambientais, de extrema importância para a região Nordeste, considerando que as atividades econômicas assentam-se sobre a agropecuária e a indústria (cerâmicas, padarias, siderúrgicas), as quais por sua vez alteram de forma significativa os recursos naturais existentes, especialmente os florestais. Importante destacar que a exploração descontrolada da vegetação, desencadeiam uma série de alterações no meio ambiente (solo, flora, fauna e clima).
     Apesar dos problemas citados, poucos estudos foram realizados na região, ou foram de curta duração e de certa forma pontuais, não tratando a questão de forma integrada ou multidisciplinar. Desta forma, este Mestrado vem de encontro a necessidade regional que é de aprofundar os estudos na área florestal, identificando alternativas para solucionar ou minimizar os impactos causados pela ação humana neste ambiente.
     Visando a formação de um profissional comprometido com a sustentabilidade ambiental, o currículo do curso de Mestrado em Ciências Florestais foi contextualizado de modo que o perfil do Pós-Graduando se enquadre nas especificidades do programa e da linha de pesquisa de seu interesse e construir seu perfil curricular em consonância com o trabalho de pesquisa proposto.

     OBJETIVOS:
     · Formar pesquisadores capazes de realizar atividades de ensino e de pesquisa em ciências florestais.
     · Proporcionar a formação de profissionais para trabalhar em equipe multi e interdisciplinar cuja preparação científica esteja principalmente vinculada à problemática regional e às necessidades locais;
     · Formar profissionais capacitados para detectar, avaliar e apontar soluções para os problemas gerados pelo uso inadequado dos recursos florestais, especialmente no domínio das caatingas.
    · Fortalecer o corpo docente da UFCG, desenvolvendo pesquisas que contribuam para o desenvolvimento regional.
 
     O curso de Pós-Graduação em Ciências Florestais iniciou suas atividades em fevereiro de 2008, até julho de 2010, 13 discentes defenderam suas dissertações de mestrados, com os seguintes títulos:

     1 - “Estudo Etnobotânico das Plantas Utilizadas como Medicinais no Assentamento Santo Antônio, Cajazeiras, PB, Brasil”;
     2 - “Diagnóstico do Solo, Água e Vegetação em um trecho do Rio Chafariz – Santa Luzia/PB”;
     3 - “Análise Estrutural de Duas Fitofisionomias de Caatinga em Diferentes Estados de Conservação no Semi-Árido Pernambucano”;
     4 - “Avaliação anatômica, físico-química e energética da madeira das espécies Piptadenia stipulacea (Benth.) Ducke e Amburana cearensis (Allemao) A.C. Smith de ocorrência no semi-árido nordestino brasileiro”;
     5 - “Impacto da Nutrição Mineral no Desenvolvimento do Pinhão-Manso (Jatropha curcas L.)”;
     6 - “Caracterização Físico-Química e Bromatológica de Spondias sp (Cajarana do Sertão)”;
     7 - “Clonagem de  Cnidoscolus phyllacanthus (Faveleira) Por Alporquia”;
     8 - “Caracterização Química de óleos Essenciais de Spondias mobin, Spondias purpúrea e Spondias sp (Cajarana do Sertão)”;
     9 - “Utilização e Conservação de Recursos Naturais no Semiárido Brasileiro: Estudo na Microbacia Hidrográfica do Rio Farinha, Paraíba, Brasil”;
     10 - “Análise Quali-Quantitativa da Vegetação Arbustivo-Arbórea da Caatinga em Teixeira - PB”;
     11 - “Revetação de Áreas Desmatadas e Superpastejadas com Espécies Nativas da Caatinga”;
     12 - “Fitossociologia e Percepção Ambiental na Reserva Legal do Assentamento Campo Comprido, em Patos-PB”;
     13 - “Caracterização Fitossociológica da Vegetação Lenhosa e Diversidade, Abundância e Variação Sazonal de Visitantes Florais em um Fragmento de Caatinga no Semiárido Paraibano”.

 

Principal | Links | Contatos